Seja Bem Vindo

Este Blog foi criado com o objetivo de possibilitar uma maior interação entre minhas atividades e àqueles que por elas se interessarem.
Espero que gostem.
Antecipo meus agradecimentos e não esqueça de deixar seu comentário.
Sugestões pelo e-mail.
Obrigado pela visita.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Concurso C 137: Seduc retifica informação

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) retifica a informação de que todos os aprovados no concurso C-167, para seleção de professores da Educação Especial, foram nomeados. Dos 493 aprovados no certame, foram convocados 423 professores, e mais treze do cadastro de reserva para os municípios de Belém, Breves, Conceição do Araguaia e Itaituba - a fim de atender a demanda apresentada pelas escolas estaduais nessas cidades -, totalizando, portanto, 436 nomeados. A lista com as nomeações foi publicada na edição do dia 29 de maio do Diário Oficial do Estado. Faltam, ainda, serem nomeados outros 71 candidatos aprovados. O concurso tem validade até dezembro de 2014.

Esse foi o primeiro concurso para a educação especial promovido pelo Estado. Os professores serão lotados em 31 municípios, beneficiando 14 Unidades Regionais de Educação (UREs). Ainda serão nomeados 4 professores para a URE de Bragança, 29 para a de Abaetetuba, 6 para a de Santarém, 2 para a de Óbidos, 7 para a de Castanhal, 4 para a de Santa Izabel do Pará, 2 para a de Capanema, 1 para a de Capitão Poço, 16 para a de Belém.

Uma carta foi enviada aos aprovados com informações sobre as providências a serem tomadas. Caso o candidato não receba a correspondência pelos Correios em até duas semanas após a publicação da nomeação, o mesmo deve comparecer à Sead. Os convocados ainda terão de fazer exames médicos admissionais, que serão apresentados à perícia para composição de laudo. A posse será no prazo de 30 dias, a partir da publicação no Diário Oficial.

O nomeado deverá apresentar original e cópia dos seguintes documentos: certificado de conclusão de nível de escolaridade (correspondente ao cargo), CPF, RG, título de eleitor, comprovante de votação da última eleição (dois turnos), PIS, certidão de nascimento, comprovante de residência e atestado de antecedentes criminais da Justiça Estadual e Federal. O prazo para a posse poderá ser prorrogado por mais 15 dias; depois disso, o ato de provimento será tornado sem efeito.

Texto: Mari Chiba
Ascom/Seduc

quinta-feira, 6 de junho de 2013

UFPA vai adotar o Enem como único Processo Seletivo para 2014

Em reunião extraordinária realizada nesta segunda-feira, 3, o Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Universidade Federal do Pará, presidido pelo reitor Carlos Maneschy, aprovou o modelo que a UFPA adotará no Processo Seletivo 2014. O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será o único processo realizado, não havendo mais outra etapa, como ocorria nos anos anteriores. Além disso, o Consepe também determinou que uma parcela do número total de vagas da Instituição será destinada ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu). De acordo com a deliberação do Conselho, essa porcentagem foi firmada em até 20%.
Orçamento - O argumento para a adoção do Enem como única etapa teve motivação orçamentária. No dia 11 de abril, a presidenta Dilma Rousseff sancionou a Lei nº 12.799, que assegura a isenção total do pagamento da taxa de inscrição em vestibulares de instituições federais a estudantes de baixa renda. O direito está garantido a alunos de escola pública e bolsistas integrais da rede particular. O Decreto já passa a vigorar para os próximos vestibulares e valerá para candidatos com renda igual ou inferior a 1,5 salário mínimo por integrante da família. Algumas instituições federais, entre elas a UFPA, já adotavam critérios para a isenção total ou parcial da taxa de inscrição.
Até 2013, a UFPA adotou a inscrição no CadÚnico para programas sociais do governo federal - que estabelece renda de meio salário mínimo per capta -  como critério de comprovação da baixa renda para garantir a isenção da taxa de inscrição. Agora, com a nova Lei, o direito de isenção vai além do CadÚnico e será garantido a qualquer aluno de escola pública ou bolsista integral da rede particular.  Isso iria abranger cerca de dois terços dos candidatos ao Processo Seletivo da UFPA, em 2014, considerando que, em 2013, 60% dos inscritos eram oriundos da rede pública.
Déficit - A estimativa é que, em 2014, a UFPA receberia entre 110 mil a 120 mil inscrições para o Processo Seletivo. As isenções acarretariam um déficit de 3,2 a 4 milhões de reais, recursos que a UFPA deixaria de arrecadar, impossibilitando o seu processo seletivo, que é autocusteado.
Diante da situação, foi discutido, entre os conselheiros, qual seria a solução e o que isso mudaria no Processo Seletivo do próximo ano. A proposta da utilização do Enem como única etapa de seleção para o ingresso na UFPA foi aprovada no Consepe, com uma diferença de 15 votos a favor e quatro contra.
Sem alteração - Os Processos Seletivos Especiais (Educação no Campo, Indígenas, Quilombolas) e os processos que envolvem provas de habilidades específicas, como em Artes, não sofrerão alteração.
Enem - O Exame Nacional do Ensino Médio é conduzido pelo INEP/MEC envolvendo quatro áreas: Linguagens, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática. A prova será aplicada nos dias 26 e 27 de outubro, em 1.632 municípios brasileiros, sendo 69 no Pará. O total de isentos do Enem, em decorrência da nova Lei, será de 5.247.993 estudantes brasileiros.
Texto: Yuri Coelho – Assessoria de Comunicação da UFPA
Fotos: Laís Teixeira
Disponível em http://www.portal.ufpa.br/imprensa/noticia.php?cod=7689