Seja Bem Vindo

Este Blog foi criado com o objetivo de possibilitar uma maior interação entre minhas atividades e àqueles que por elas se interessarem.
Espero que gostem.
Antecipo meus agradecimentos e não esqueça de deixar seu comentário.
Sugestões pelo e-mail.
Obrigado pela visita.

quarta-feira, 16 de março de 2011

GPS e sua importância nas atividades da Geografia

O posicionamento correto no espaço dos objetos estudados reforça o rigor e a credibilidade do trabalho geográfico


Por Jorge Raffo e Martin Hoffmann


Nos últimos anos tem-se divulgado amplamente um instrumento que está gerando uma profunda alteração nos métodos de trabalho de diversos profissionais. Embora seja conhecido pela sigla GPS, esse equipamento deveria ser popularmente chamado de receptor GPS, já que a sigla GPS compreende todo o sistema formado pelos receptores dos usuários - um conjunto de mais de 20 satélites e várias estações de monitoramento e controle dos satélites. O Global Positioning System, ou Sistema de Posicionamento Global em português, foi desenvolvido pelo governo dos Estados Unidos com fins militares, no final dos anos 70 e começo dos 80, mas logo a comunidade científica civil e universitária começou a trabalhar e a pesquisar os usos possíveis desta nova tecnologia. Os métodos de uso e as precisões obtidas através destas investigações ultrapassaram em muito as expectativas originais do sistema.

Um pouco de história 

O posicionamento dos objetos na superfície da Terra sempre foi um problema importante para diversas áreas, especialmente na navegação e em questões de limites entre países. Para se ter uma idéia da importância dessa questão e do problema técnico que era a determinação das coordenadas geográficas, bastar lembrar que o governo da Inglaterra, no ano de 1714 1 estabeleceu um prêmio equivalente a 12 milhões de dólares (atuais) para quem conseguisse estabelecer um método que determinasse a Longitude Geográfica com precisão de meio grau (aproximadamente 50km). Cabe observar também que o Tratado de Tordesilhas, acordado entre Espanha e Portugal, foi afetado pela imprecisão na determinação da longitude do Meridiano que separava as colônias de ambos estados na América, gerando reiterados problemas de limites.

Desde então, os métodos e os instrumentos melhoraram substancialmente. Até o aparecimento do sistema GPS as metodologias de posicionamento eram geodésicas e astronômicas, exigindo trabalhos prolongados, com o uso de equipamentos sofisticados e pessoal técnico altamente capacitado. Consequentemente, determinar as coordenadas geográficas (medidas em graus e minutos) ou coordenadas UTM (medidas em metros ou quilômetros), resultava caro é só era realizado em casos de muita necessidade.

Com o aparecimento, primeiramente, do sistema GPS e, depois, dos sistemas Glonass da Rússia, e Galileu da União Europeia (este quase pronto a operar), assim como um sistema chinês e outro indiano, ambos em desenvolvimento. Hoje deveria-se falar mais em Sistema Global de Navegação por Satélite (Global Navigation Satellite System, GNSS na sigla em inglês) 2, um termo mais genérico para se referir aos sistemas de posicionamento por satélite. De qualquer forma, o posicionamento está resultando bem mais simples de ser realizado do que antigamente.
Este fato tem levado à generalização dos métodos de posicionamento. Hoje já existem telefones celulares com GPS, que também está presente como auxiliar do motorista em seus carros. Novas tecnologias estão sendo desenvolvidas, as quais eram impensáveis antes dos sistemas de posicionamento por satélite, como aAgricultura de Precisão, por exemplo.

2 comentários:

  1. O mundo das tecnologias é tão surpreendente, que se torna quase mágico!!!Já pensou se os nossos antepassados pudessem ver estas tecnologias, como GPS ficariam deslumbrados, aliás pensariam que era coisa de outro mundo... Já pensou o Pedro Alvares Cabral com um GPS???...Bom, se somos tão privilegiados com tanta tecnologia... devemos desfrutar e utilizar destas tecnologias para o bem da sociedade...
    Um abraço meu caro amigo!!!

    ResponderExcluir
  2. Lu, visita este blog:
    http://professoraanglica.blogspot.com/

    Tem uma homenagem pelos 40 anos do LUPAMA !!!

    Que o Espírito Santo derrame muita sabedoria, inspiração e inteligência, neste momento de escrever seu trabalho, no seu curso de mestrado!!!

    ResponderExcluir