Seja Bem Vindo

Este Blog foi criado com o objetivo de possibilitar uma maior interação entre minhas atividades e àqueles que por elas se interessarem.
Espero que gostem.
Antecipo meus agradecimentos e não esqueça de deixar seu comentário.
Sugestões pelo e-mail.
Obrigado pela visita.

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Por onde começar as mudanças

Com a chegada das novas tecnologias nas escolas podemos considerar que algumas “rotinas” dos ambientes escolares começaram a passara por mudanças. A velha tecnologia do “giz, lousa e saliva” passaram a dividir espaço com os novos recursos áudios-visuais, e por conta desta realidade, um grupo significativo de professores passou a se autodeclarar “modernos” e “inovadores” sem, contudo, muitas vezes, utilizarem novas dinâmicas desprovidas de qualquer referencial teórico e metodológico, sem nenhum objetivo pedagógico.
Sabemos de realidades onde ouso de filmes (com tv, vídeo-cassete, ou dvd) são meramente recursos usados para preencher o tempo das aulas.
Depois do advento da informática, primeiramente chegando aos setores administrativos das escolas, vislumbrou-se uma verdadeira revolução. No entanto, o que temos constatado é que existe uma realidade bastante dispare entre as escolas brasileiras. Existem aquelas que por estarem situadas em regiões longínquas e de difícil acesso ainda não contam nem mesmo com a luz elétrica. Um verdadeiro abismo tecnológico no inicio do século XXI.
Nas escolas dotadas de infra-estrutura como os laboratórios de informática, conexão à internet, projetores, etc. é possível observar que nem todos os professores “sabem” usar estes recursos e, por isso, preferem não introduzi-los em sua prática de salas de aulas.
Mesmo assim, novas possibilidades se apresentam e temos que nos inserir neste contexto para não deixarmos nossos alunos “fora” dessa nova “era digital”.
É importante salientar que os professores que fazem uso destes recursos, alguns de foram equivocada, tem possibilitado novas maneiras de organização do processo ensino aprendizagem, onde o aluno tem que ser “sempre” aquele indivíduo que precisa buscar e analisar as informações que vão solidificar seus conhecimentos, para assim aplica-los de forma consciente.
A escola tem que ser um local privilegiado para se discutir de forma crítica o uso destas novas mídias, pois com tanta informação disponível a escola precisa estar orientando seus alunos para que os mesmos saibam “filtrar” estas informações e usá-las de forma correta.
Para começar, nas escolas onde temos laboratórios de informática com Internet é preciso fazer com que esses laboratórios sejam utilizados pedagogicamente e não como um cyber, como geralmente ocorre. Outra consideração estar no fato de que a própria escola pode estar oferecendo oportunidades, através de oficinas, palestras, etc. para que seus professores estejam se preparando pra esta nova conjuntura educacional.
Estar disposto a “encarar” esta nova realidade é ponto primordial para nós professores, pois somos o principal pontos de apoio nos usos destas novas tecnologias, cabendo-nos dar a elas o uso pedagógico eficaz, e assim , fazer da escola um lugar de formação crítica por excelência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário